21 de abril de 2009

Livro sobre Dee Dee Ramone vira motivo de processo nos EUA



O inventariante do espólio de Dee Dee Ramone foi aos tribunais para impedir a publicação de um livro sobre o falecido roqueiro punk por parte de sua primeira esposa.


Ira Herzog diz que Vera Davie violou um acordo que o deixaria revisar e mudar qualquer coisa que ela pudesse escrever sobre o baixista.


O processo de Herzog na Suprema Corte estadual de Mahattan usa o nome verdadeiro do baixista do Ramones, Douglas Glenn Colvin. Colvin esteve na banda desde a sua fundação, em 1974, até 1989. Ele morreu em junho de 2002 aos 50 anos em Los Angeles.


O livro de Davie se chama “Poisoned heart: I married Dee Dee Ramone” (“Coração envenenado: Eu me casei com Dee Dee Ramone” – não confundir com o livro “Coração envenenado: Minha vida com os Ramones”, de autoria do próprio músico) e deve ser publicado pela Phoenix Books, sob o pseudônimo de Vera Ramone King. A editora foi procurada mas não se manifestou sobre o processo.

2 comentários:

Maximiliano Merege disse...

Downloads...

Será que não vazou ?!?!?!?

Anônimo disse...

li esse livro e é bem ruinzinho
já que a mina ia fazer um bagulho contando a verdade, ela bem que poderia contar histórias melhores, caraca